O Cerrado Mineiro

Qualidade reconhecida no mundo inteiro.

Ser café de origem é acreditar no cuidado que vem da família, no café cultivado com paixão e no resultado que vem, da inovação. É honrar uma história de mais de 30 anos, tendo orgulho de pertencer a uma Denominação de Origem – D.O., mundialmente reconhecida: a Região do Cerrado Mineiro.

A região do Cerrado Mineiro

A denominação de origem é um território demarcado que produz cafés de características únicas que não podem ser encontradas em nenhum outro lugar. A Denominação de Origem da Região do Cerrado Mineiro e reconhecida pelo INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial – e compreende 55 municípios produtores de um café diferenciado em sua bebida: identidade de alta qualidade, resultante de uma combinação de clima, solo, relevo, altitude e “saber fazer” de sua gente.

Galeria de imagens

Nossas certificações

Rainforest

A certificação Rainforest Alliance é um selo de garantia aos consumidores que os produtos adquiridos são resultados de práticas realizadas seguindo um conjunto específico de critérios, dentre eles, equilíbrio ecológico, econômico e social. Selo obtido em 2008.

UTZ

O selo UTZ CERTIFIED acabou com o anonimato do mercado de café, garantindo procedência e responsabilidade na produção. O sistema Rastrear-e-Relatar acompanha o manejo ao longo de toda cadeia. O Grupo está certificado desde 2005.

4C Association

A 4C Association trabalha para que essas soluções possam acontecer. Os membros da 4C Association desenvolveram o Código de Conduta 4C, que define os princípios sociais, ambientais e econômicos para a produção sustentável, processamento e comercialização de café verde. Trata-se de uma forma de melhorar a qualidade dos grãos de diferentes partes do globo e incluir todos os produtores interessados em aumentar a produtividade com qualidade, respeitando a natureza. Ele é baseado em sustentabilidade e, para isso equilibra, desenvolvimento, meio ambiente e economia.

BSCA

A BSCA tem por finalidade, através de parcerias para pesquisas, difusão de técnicas de controle de qualidade e com as promoções de produtos, elevar os padrões de excelência dos cafés brasileiros oferecidos nos mercados interno e externo. É a única instituição brasileira a certificar lotes que podem ser monitorados através de selos de controle de qualidade de cafés especiais, com rastreabilidade total através de numeração individual, cujas consultas são disponibilizadas pela BSCA aos consumidores.